Assédio Moral nas Relaçoes Militares: Uma Analise Á luz dos Principios da Hierarquia e Da Disciplina

Editora: EMPORIO DO DIREITO (veja mais livros desta editora)
Autor(es): Matheus Santos Melo (veja mais livros deste autor)

Produto Esgotado.

Produto sem estoque no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
Avalie:

Ficha técnica

Código de barras:
9788594771193
Dimensões:
0.80cm x 14.00cm x 21.00cm
Edição:
1
Editora:
EMPORIO DO DIREITO
ISBN:
8594771193
ISBN13:
9788594771193
Número de páginas:
146
Peso:
175 gramas
Encadernação:
Brochura

Sinopse

Desde o inicio, Matheus Santos Melo se destacou. A começar pela inquietação que o exercício monocrático do poder lhe provoca, trata-se de um estudioso que se propôs a escrever corajosamente acerca de uma disciplina em que o poder transita muito proximamente nas bordas do arbítrio. É constante. Dificilmente os componentes d personalidade de cada um são expostos e exigidos com tanta evidencia e força quanto na área militar. Os limites entre o abuso do poder e suas variantes, das quais o assedio moral é expressão, e o uso legitimo do poder da hierarquia e da disciplina talvez se constituam no teste mais árduo no exercício de uma profissão. As nuances das personalidades transbordam quando, nesse ambiente peculiar ao ambiente democrático, tamanho poder é localizado nesse tipo de conformação em uma parcela responsável pelo uso ultimo da força. A aposta do autor na democratização das relações no âmbito militar pretende lançar luzes na clausuras monasteriais em que esse nicho habita. Seguindo o trajeto histórico transdisciplinar, dialogando com a ética e com conceitos da psicologia, o autor demonstra que as lacunas e antinomias no direito administrativo militar oportunizam a violência psicológica. Para além de meramente constatar, o autor apresenta soluções para hipóteses concretas da ocorrência de assedio moral, e termina de maneira agregadora, concluindo eu "as condutas que consubstanciam a violência moral é que são dissonantes de égide castrense e que seu combate é pode garantir a permanência do binômio constitucional". Para além do obvio, portanto, o autor tece importante mosaico que possibilita o repensar e o reequilíbrio das relações de poder do ambiente militar. Tenho orgulho de ter participado, na condição de orientador, da construção do presenta trabalho na Universidade Federal De Santa Catarina.