Quarto Escritos de Direito Processual: o Início, o Meio e o Fim - (com Enfoque na Parte Geral do Cpc 2015)

Editora: DEL REY (veja mais livros desta editora)
Autor(es): Leonardo Oliveira Soares (veja mais livros deste autor)

por: R$ 58,00 Em 2x de: R$ 29,00 No boleto: R$ 58,00 para Associados CAASC
por: R$ 43,50

Comprar
Em estoque: Previsão de postagem em até 1 dia útil após a confirmação do pagamento, mais o tempo de transporte.
Consulte aqui o valor do frete e prazo de entrega do produto
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x de R$ 58,00 sem juros
  • 2x de R$ 29,00 sem juros
Avalie:

Ficha técnica

Código de barras:
9788538405283
Dimensões:
1.00cm x 20.00cm x 25.00cm
Edição:
1
Editora:
DEL REY
ISBN:
8538405284
ISBN13:
9788538405283
Número de páginas:
144
Peso:
300 gramas
Encadernação:
Brochura

Sinopse

"De início, registro que a obra é riquíssima de conteúdo e vem vazada em linguagem técnica de apreensão fácil e agradável, a revelar a maturidade jurídica do autor que se posiciona abertamente sobre os temas com o cuidado de colacionar a recém jurisprudência que se constroi a partir da exegese do novo CPC. As reflexões doutrinárias do autor indicam que o novo CPC orienta-se a partir de uma base principiológica na qual se busca colocar os jurisdicionados como partícipes efetivos da solução nos embates processuais em busca da primazia do julgamento de mérito e da duração razoável do processo, caso não resolvida a disputa consensualmente. Assim, tem-se que a conduta dos atores processuais - Estado-Juiz, Partes, Advogados, Ministério Público, Defensoria Pública - há de se pautar na Ética e na moral, prestigiando-se o processo democrático, a lembrar passagem de D. Lucas Moreira Neves para quem: "os valores éticos são uma fonte de autoridade, fonte primordial e mais relevante do que outras fontes". (...) Ao término, o Professor Leonardo Oliveira Soares revela uma entre as suas grandes virtudes: a gratidão, própria das almas nobres! Brinda-nos com seu texto poética ao compartilhar sua experiência em sala de aula - como mestre e ao mesmo tempo aprendiz (o que, oxalá, sempre seremos), e faz bela homenagem ao saudoso Professor José Carlos Barbosa Moreira, referência altaneira, que também exerceu a carreira de Procurador do Estado e creio, como nós por aqui, permanece acreditando que o exercício comprometido e ético da jurisdição em todas as suas facetas, agora sob as vestes do novo CPC, proporcionará adiante a efetivação do almejado Estado Democrático de Direito".